quinta-feira, 1 de março de 2012

TPM

Sempre me autonominei de Garota TPM (Tensão pré, período e pós menstrual) e sempre quis fazer um post sobre esse assunto também. Analisando meus posts atuais e o comentário de uma amiga muito especial (Juh Cimiano) percebi que não estava mais me dedicando aos posts como deveria, então resolvi começar com esse.

A Tensão pré-menstrual (TPM para os íntimos) é o conjunto de sintomas (físicos e emocionais) causados pela oscilação hormonal (que é normal, mas algumas mulheres sentem mais que as outras). TPM é sério!!! Não é apenas uma desculpa para evitar a briga ou ainda para justificar a irritação, porém nem tudo que sentimos é TPM.
Para ser TPM os sintomas tem que aparecer na 2ª fase do ciclo (5 a 15 dias antes do início da menstruação) e PRECISA sumir quando a menstruação chega, caso não descapareça não é TPM.
Pesquisando para esse post que descobri que a maioria das coisas que eu dizia ser TPM não são, e tenho que investigar o que é... quando descobri eu conto :]
Voltando para o assunto... a TPM tem mais de 150 sintomas e é diferente em cada mulher (mesmo mulheres da mesma família possuem variações nos sintomas e na força dos mesmos), assim como é diferente a intensidade, felizmente possuem mulheres que não sentem (ou quase não sentem) os sintomas, e tem mulheres que sofrem tanto que precisam de tratamento intensivo e as vezes da ajuda de outras áreas da saúde como a psiquiatria por exemplo, nesses casos é chamado de Transtorno Disfórico do Pré-menstrual, acontece em menos de 10% das 75% que sofrem de TPM.
Os sintomas mais comuns da TPM são: irritabilidade, depressão, inchaço (barriga, seios e membros inferiores), dores de cabeça, cólicas, aumento do apetite (principalmente por doces)...
Para saber se os sintomas que você sente são de TPM mesmo, observe e anote durante 3 meses quais foram os sintomas, quando apareceram, a intensidade deles e principalmente se sumiram com a chegada da menstruação. Vale a pena lembrar que quando mais stress a mulher tem, maior a chance dos sintomas se intensificarem ou até mesmo maiores são as chances de surgir a TPM.
TPM tem tratamento, não que ela sumirá para sempre, mas pode amenizar muito os sintomas. Claro que como todo tratamento deve ser indicado pelo seu médico, converse com seu ginecologista, informe os sintomas e intensidade e juntos vocês descobrirão a melhor forma de tratá-los.
Mas como qualquer problema de saúde você pode ajudar no alívio dos sintomas com alimentação e exercícios (sim, eu sei... eu sou do grupo das preguiçosas e sempre me dói quando eu ouço isso :P).
Então... resumindo: TPM é sério, tem tratamento e tem início, meio e fim :]
Nem sempre você está irritada, ou chorosa por conta da TPM, por isso sempre é bom o auto-conhecimento, se observe... quando vc fica assim? Quando tudo acaba? Quem são os responsáveis heheh A melhor forma de saber se esta tudo bem com você é se conhecendo e conversar com seu médico quando alguns dos sintomas da TPM persistirem por muito tempo.

Claro que não vamos sair por aí falando para todas que o que elas sentem não é TPM, que ela simplesmente é grossa por natureza mesmo (kkkk) mas também não podemos permitir que a seriedade do assunto seja diminuída por conta da banalização do tema.
Por conta disso não serei mais a Garota TPM heheh, pelo menos até eu descobrir o que eu tenho :P

Melhores informações: quais são os hormônios que nos deixam nesse estado, sobre alimentação, sintomas e tratamento vocês podem encontrar nos sites que achei :P, não coloquei tudo no post para não ficar muito grande. Os sites são Gineco, ABC da Saúde e o Clube da TPM (esse é ótimo pois o site inteiro é sobre TPM, e feito para as mulheres :])

É isso...
Obrigada pela leitura :]